Resenha: Internacional Guy / Audrey Carlan

Resenha: Internacional Guy / Audrey Carlan

Resenha 🌷

#resenhameuromeo

@audreycarlan || @autibooks

Olá leitores, hoje trago a resenha do livro INTERNATIONAL GUY, no qual eu ouvi via aplicativo, Auti Books os 12 primeiros capítulos.

Parker Ellis criou um negócio de sucesso.

Prestando uma espécie de consultoria para mulheres milionárias, ele as ajuda não somente a se sentirem mais sexy’s e poderosas, mas também presta consultoria em como administrar seus negócios, e até mesmo, a conquistar o homem dos seus sonhos.

Quando surge o convite para ir até Paris e ajudar uma herdeira milionária, ele e seus três amigos partem para a França a fim de ajudá-la.

Em um trabalho que envolve poder, transformação e desejo, será que Parker conseguirá ajudar a cliente e manter tudo em um tom somente profissional?

🌷Começo essa resenha fazendo uma pergunta para vocês. Já tiveram a experiência de algo, ao invés de ler um livro, escutá-lo?

Foi o que aconteceu comigo na leitura desta primeira parte do livro, International Guy.
Como ultimamente eu não estava conseguindo me prender em nenhuma leitura, aproveitei que sou assinante do aplicativo AutiBooks, decidi ouvir este livro.

International Guy foi uma grande surpresa pra mim, mesmo já conhecendo o estilo da autora, pois eu li toda a outra série dela, A Garota do calendário.

Ele segue mais ou menos a mesma linha da série anterior, só que agora contada por um homem, onde a sua motivação é ajudar com que mulheres que tem autoestima baixa, ou outros problemas, possa resolvê-los e encontrarar seu poder muitas vezes esquecidos por elas mesmas.

Como informei anteriormente, eu ouvi o livro, e é muito legal como essa forma me despertou outro sentimentos, diferentes de quando eu estou lendo.

Eu conseguia visualizar mais ainda os personagens, porque como a história é narrada em primeira pessoa, era como se o Parker estivesse me contando, por telefone, por exemplo.
Fora isto, a forma como o Parker tratou a sua primeira cliente, foi magnífica.
Eu vi como muitas vezes, algumas mudanças básicas na rotina, podem despertar todo o poder de uma pessoa.

Estou apaixonada pela história e doida para conhecer as novas clientes da International Guy.

Conhecem a autibooks? Querem conhecer?

Lançamento:

Lançamento:

Os protagonistas do best-seller Com amor, Simon estão de volta em uma sequência divertida com momentos inesquecíveis

Becky Albertalli estreou na literatura jovem com um livro sensível e apaixonante, que narra com naturalidade e bom humor os dilemas e as paixões de um adolescente gay.Com amor, Simon foi destaque nas principais listas de mais vendidos e deu origem a sequências igualmente bem-recebidas, além de um filme de muito sucesso e uma série inspirada na história.

Foi na Creekwood High School que Simon e Blue se conheceram e se apaixonaram, e também onde Leah e Abby descobriram que o que sentiam uma pela outra era mais do que amizade. Ao que tudo indicava, a jornada de Simon e seus amigos tinha chegado ao fim, mas, para a surpresa e alegria dos fãs, o grupo está de volta em uma novela inédita.

Em Com amor, Creekwood, vamos descobrir o que aconteceu depois da formatura da escola e como todos estão lidando com a vida na universidade. Simon e Blue continuam apaixonados, só que a 189,1 quilômetros um do outro, e às vezes a saudade é quase insuportável. Já Leah e Abby dividem o dormitório e não se desgrudam, vivendo um romance adorável e chegando cada vez mais perto daquela palavrinha de quatro letras que começa com “a”.

Por meio de e-mails apaixonantes e divertidos, mas também profundos e sensíveis, acompanhamos os passos de Simon Spier e seus amigos rumo à vida adulta, uma jornada nem sempre fácil, mas cheia de descobertas e momentos inesquecíveis.

Resenha: A canção da órfã / Lauren Kate

Resenha: A canção da órfã / Lauren Kate

Resenha 🌷

#resenhameuromeo

322 páginas || @laurenkatebooks || @grupoeditorialrecord

Olá leitores, hoje trago a resenha do livro A CANÇÃO DA ÓRFÃ que eu recebi em parceria com o Grupo Editorial Record.

Como seria viver em Veneza do século XVIII?

Violetta é órfã e vive em Veneza no orfanato Incuráveis. Durante uma de suas fugas para o sótão, ela acaba presenciando uma criança sendo deixada na porta.

Passados 16 anos, seu caminho cruza com o de Minoe mesmo após todo esse tempo, ela reconhece ele como sendo a criança que ajudou a tanto tempo atrás.

Uma amizade e um sentimento acaba surgindo entre eles, ainda mais, porque ambos são apaixonados por música.

Só que existem muitas coisas que ainda os separam. Será que esses encontros e desencontros acabaram um dia? Será que existe um futuro para almas tristes e tão dependentes de sentimentos?
⠀⠀⠀⠀
🌷Quando eu li a sinopse deste livro e vi que ele seria ambientado em Veneza, meu coração palpitou loucamente.

Eu sou uma apaixonada pela Itália e pra mim visualizar a história foi muito fácil, já que eu conheço pessoalmente Veneza.

Confesso que me surpreendi com a riqueza dos detalhes que a autora conseguiu transmitir, porque juntou minhas lembranças e as descrições, parecia que de fato eu estava em uma das vielas, acompanhando toda a história com meus próprios olhos.

Este não é um livro leve, ou de fato feliz. Ele tende muito mais ao drama do que ao romance, o que me fez sofrer loucamente por estes dois.

Confesso que o começo do livro é um pouco parado, mas isto não me atrapalhou na leitura, já que eu gosto de saber bem os detalhes e até vou preparando o meu coração para a história.

E como a história do Mino é triste. Eu me envolvi com ele, me emocionei, sofri e pensei o tempo todo quando ele teria o seu final feliz.

A Violetta é uma apaixonada pela música, e eu me encantei com toda essa paixão que ela transmitiu.

Eles são aquele típico casal que passa por muita coisa, para enfim, aprender e ter o seu final feliz.

Torci, sofri, fiquei angustiada, sofri mais um pouco e me apaixonei.
Este livro tem de tudo um pouco e nos como leitores, adoramos isto não é verdade?

Término aqui, dizendo que amei e recomendo.

Lançamento: Malorie

Lançamento: Malorie

Chega às livrarias a aguardada sequência de Caixa de pássaros, o livro que inspirou Bird Box, filme da Netflix estrelado por Sandra Bullock

Doze anos se passaram desde que Malorie e os filhos atravessaram o rio com vendas no rosto, mas tapar os olhos ainda é uma regra que não podem deixar de seguir. Eles sabem que apenas um vislumbre das criaturas pode levar pessoas comuns a uma violência indescritível.

Ainda não há explicação. Nenhuma solução.

Tudo o que Malorie pode fazer é sobreviver… e transmitir aos filhos sua determinação. Não se descuidem, diz a eles. Fiquem vendados. E NÃO ABRAM OS OLHOS.

Quando eles tomam conhecimento de uma notícia que parecia impossível, Malorie se permite ter esperança pela primeira vez desde o início do surto. Há sobreviventes. Pessoas que ela considerava mortas, mas que talvez estejam vivas.

Junto dessa informação, porém, ela acaba descobrindo coisas aterrorizantes: em lugares não tão distantes, alguns afirmam ter capturado as criaturas e feito experimentos. Invenções monstruosas e ideias extremamente perigosas. Além disso, circulam rumores de que as próprias criaturas se transformaram em algo ainda mais assustador.

Malorie agora precisa fazer uma escolha angustiante: viver de acordo com as regras de sobrevivência que funcionaram tão bem até então, ou se aventurar na escuridão e buscar a esperança mais uma vez.

Resenha: Paixão ao entardecer / Lisa Kleypas

Resenha: Paixão ao entardecer / Lisa Kleypas

Resenha 🌷

#resenhameuromeo

272 páginas || @lisakleypas || @editoraarqueiro

Olá leitores, hoje trago a resenha do livro PAIXÃO AO ENTARDECER, quinto livro da série Os Hathaways e que foi publicado pela editora arqueiro.

Beatrix Hathaway é a caçula da família e perdeu as esperanças de se casar. Dotada de um espírito livre e apaixonada demais por animais, nenhum pretendente quer ter ligação com uma moça como ela.

E quando sua amiga fala sobre umas cartas que trocou com o capitão Christopher Phelan e comenta que não vai mais responder as suas correspondências, ela pega as mensagens pra si e começa a trocar correspondências com ele, só que assinando como se fosse Prudence.

O problema agora é que a guerra acabou, e Christopher está de volta completamente apaixonado.

O que ele ainda não sabe, é que a mulher das cartas é uma pessoa que sempre desprezou.
⠀⠀⠀⠀
🌷Eu adorei esse livro. Na verdade eu amei todas as mocinhas dessa série, e a Beatrix fechou a história com chave de ouro.

Ela é apaixonada por animais, um espírito livre e muito bondoso.

Eu amei o fato do capitão ter desprezado ela e depois ter visto que na verdade o amor é cego.

Por mais que ele no começo tenha odiado saber a verdade, a medida que ele conheceu a verdadeira Prudence e viu que beleza não é tudo, ele foi vendo que ele queria era mesmo aquela mulher livre e de coração puro.

A redenção do casal, junto com as cenas ao ar livre e as cenas divertidas e atrapalhadas da Beatrix deram totalmente o tom ao livro.

Este livro é o último da série e posso dizer que fechou com chave de ouro, já que a Lisa conseguiu construir casais diferentes, mas ao mesmo tempo apaixonantes.

Amei demais e estou triste por me despedir, mas torcendo muito para que quem ainda não conhecia ela, possa se encantar e se apaixonar assim como eu.